16 de janeiro de 2012

Dica da Semana #1: Diário de uma Paixão

Criei está coluna com o intuito de toda semana trazer alguma dica de algo que eu goste.
Quem já leu Nicholas Sparks sabe o quanto as histórias deste autor podem emocionar. Neste livro, o autor traz a tona um tema que está tão banalizado: o amor. Sim, eu acredito no amor, mas ainda existem muitas pessoas feridas por conta disso.


Allison Nelson, menina da cidade, rica, vinda de uma família extremamente tradicional onde vão passar as férias numa cidadezinha do interior, Nova Berna. Em meio a uma cidade tão pequena conhece Noah Calhoun, um jovem simples e atencioso.

Desde então encontros inusitados acontecem, Noah se apaixona a primeira vista pela menina doce e delicada, e faz de tudo para chamar sua atenção. Allie acaba por se apaixonar por Noah, e os dois vivem uma ardente paixão, durante todo o verão. Compartilhando juras de amor eternas, mas o final do verão está próximo...


A mãe de Allie uma mulher muito conversadora e tradicional com sua família, busca o melhor para sua filha e faz de tudo para acabar com este amor de verão. O romance acaba por ali, a vida segue. Noah serve o exercito durante a guerra e compra a propriedade tão desejada. Allie cursa a faculdade de artes plásticas e torna-se noiva de Lon, um grande executivo da época.

Catorze anos se passaram. Allie e Noah se se reencontram na antiga propriedade comprada por ele. Mas nada é simples, cada qual com sua vida, mas o que permanecida entre os dois era o amor. Nicholas Sparks nos trás um final totalmente inusitado e emocionante!  


Enfim, resumi boa parte do livro sem spoilers. Bom, tenho para dizer que o livro é BOM, mas eu AMEI o filme. É muito RARO eu gostar mais do filme do que da própria obra do autor, mas pelo fato de ser o primeiro livro (escrito e publicado) do autor a linguagem está fraca, e no filme acabam colocando partes na história que se encaixaram perfeitamente sem alterar a ideia original.

Sparks é um grande autor, gosto muito de suas obras, e Diário de uma Paixão é uma obra emocionante, porém fraca pela escrita que o autor nos proporciona. Quem gosta de livros de romance – assim como eu - recomendo para aqueles dias chuvosos que precisamos de uma leitura para relaxar.

Beijos,
Caroline Farias.

6 comentários:

Henrique Miné disse...

bem, deve ser por isso então que existem tantos filmes baseados na obra do nicholas sparks e apenas um do saramago, por exemplo.

Nunca li nada do tal Sparks, mas sempre o que ouço falar é que, de fato, ele até pode criar histórias com bastante apelo e potencial, mas não escreve assim tão bem. Talvez isso explique o porque de tantos filmes baseados em obras suas, e o fato de você ter gostado mais do filme que do livro em si.

Já o saramago, apenas para continuar no exemplo, é um puta escritor, mas convenhamos que deturpações bíblicas e reflexões pessimistas sobre a natureza humana não são bem o carro chefe de Hollywood.

beeeeeijos!

Suzi C.L. disse...

Eu nem me toquei que o filme tinha sido baseado num livro xD.
Já assisti e é muito bom. Tocante ao extremo.

Debbys disse...

já vi o filme mas n li o livro e ameii! nossa, a história é linda, de fazer pensar mesmo, e cm vc mesma disse, nessa era de banalização do amor, o filme é uma benção..

adorei a idéia das dicas!
bjsss

Henrique Miné disse...

bom, se você gosta, que bacana então, bom ver gente falando bem, até porque, a galera que eu lhe disse que já leu e blablabla costuma ser bem pedante as vezes.

O cara já ganhou alguns pontinhos, que ele não tinha, no meu conceito.

Quanto ao Saramago, acho que a questão é mais de mercado mesmo, como eu disse, são temas muito densos e polêmicos, e, pior de tudo, polemico de um jeito que não vende, nem todo mundo (aliás, uma grande minoria das pessoas) leva uma um livro como O Evangelho Segundo Jesus Cristo na boa, ja de amor, todo mundo gosta.

Até o Saramago gostava, aposto.

beeeeijos!

Uouo Uo disse...

thx

كشف تسربات المياة
غسيل خزانات
شركة نظافة عامة

Uouo Uo disse...



thank you

سعودي اوتو