7 de junho de 2010

Lembranças

Lembra dos sussurros que fazia no meu ouvido quando estávamos juntinhos olhando filme nas tardes chuvosas? Tenta lembra, lembro? Pois então, agora vai lembrando-se de cada palavra que me falava, lembro? Aliás, eu lembro você, foi exatamente isso “eu te amo”. Agora, lembra do primeiro presente que me deu. Esse mesmo, aquele anel de compromisso jurando amor eterno. Pois bem, lembra a cena na qual eu joguei o anel na sua cara, lembro? Essa mesma, você é bom de memória viu? Agora se lembra de cada palavra que você me falou quando chegou a minha casa aquela noite. Ah, não lembra? Pois eu lembro, foi assim “Eu nunca te amei, tudo o que eu sentia era falso, esse anel foi só mais uma perca de tempo na minha vida, tentei te ama, mas não consegui, agora quero me desfazer de você, porque esta sendo um peso na minha vida”. Lembro agora? Sim, eu sei que você lembra isso todos os dias, é uma tortura na tua vida. Conseguiu senti a dor da tua palavra contra a minha pessoa? Não sentiu? É, pessoa sem coração que nem você que merece ficar sozinha. Ao mínimo trancafiado sem olhar um raio de sol, sem saber qual é a cor do dia, sem saber o que é amar. Que nem a tua pessoa não merece nem um “obrigado”, não merece nada. Não sabe valoriza o sentimento que se passa aqui dentro, aquele amor forte que te faz viver intensamente. Agora eu fico aqui me perguntando, como eu acreditei em você? Como eu fui idiota a esse ponto da minha vida, aonde eu tava com a cabeça, mas tudo bem, eu não vivo de passado. O presente é agora e o futuro a Deus pertence.
Então, não bata mais na minha porta se não quiser ouvir coisa pior, e o seu arrependimento? Guarde pra você!

Mais um conto \o, Beijos :*

8 comentários:

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

Promessas, palavras, tudo se perde num momento como esse. Por isso somos levados a pensar que não há mais sinceridade neste mundo. Eu ainda espero qeu haja, sim.

Se me permite fazer uma pequena sugestão, você podia tomar mais cuidado com a ortografia. Seu texto foi bom, mas teve partes que eu não consegui entender direito...

Não leve a mal.

:]

Niih Barroso disse...

Ah cara, eu acho que se você não pode cumprir, não promete, ate porque se hoje você faz alguém sofrer com mentiras e falsas promessas, amanhã alguém te fará sofrer da mesma forma. Você colhe o que você planta. Ficou muito boom amr, adoro os seus contos. Beijos

Henrique Miné disse...

"Agora eu fico aqui me perguntando, como eu acreditei em você?"

Ora, o cara se mostrou um super cachorro ali, com anelzinho e declarações falsas durante os filmes..

Acreditar não é difiicil mesmo! :b

beeeeeijos.

@juusep disse...

Saudades é sinal de que valeu ou marcou! ;*

Ana.K disse...

Minha Caroles e seus contos incríveis *-*

Amar, viver, ganhar, perder, o ontem, o hoje, é a vida!

Juliano disse...

Acho que de todos os textos que eu li, esse seu conto foi o que mais me fez sentir saudades de ter o blog diariamente.
Parabéns, você esta escrevendo muito bem.

Beijoos de saudades.

Debbys disse...

que susto, achei que era algum desabafo... já tva com o coração na mão, apesar de que sim, isso acontece com muitas pessoas... triste neh?

bjssss

Jéssica Trabuco disse...

Forte hein?